vestígio ao poente

Marcos PizanoBy Marcos Pizano 7 meses agoNo Comments
Home  /  Marcos Pizano  /  vestígio ao poente

 

 

 

o que havia na saudade

onde está?

 

          júpiter desfragmentando

          implosões de sóis

         abrindo buracos no peito

 

o mundo só o é

na pedra?

 

         diante do putrefeito

         nada para de pé

– o que acelera o ponto de fumaça e nele afunda –

         por que a vida não mais a é

         na terra?

 

o que teria havido na saudade

                        é o que ainda a é

                      para todo o nunca

 

 

 

.

Category:
  Marcos Pizano
Marcos Pizano

Marcos Pizano é jornalista e poeta de Timóteo, Minas Gerais. Parcipou do Movimento Poético de Governador Valadares, onde foi editor de Cultura do Diário do Rio Doce e ajudou a editar o folhetim “Varal”. Mora em Ribeirão Preto / SP, e é editor executivo da EPTV, emissora afiliada à Rede Globo. Edita o blog “Verso Aberto”.