Trânsito impedido em todas as direções

Adriane GarciaBy Adriane Garcia 3 semanas agoNo Comments
Home  /  Adriane Garcia  /  Trânsito impedido em todas as direções
Atlantisbyrochaandreas

 

Não havia mais espaços para barcos
Nem cais
Nem chegadas 
Nem saídas
Tudo se comprimia
Em parar

Subiu num bloco de
Concreto
Virou estátua olhando o mar
Abarrotado
Nas águas
Debaixo
Trombavam e morriam
Os peixes.
 

 

Category:
  Adriane Garcia
Adriane Garcia
Sobre

 Adriane Garcia

  (13 poemas no Verso Aberto)

Adriane Garcia é de Belo Horizonte/MG, funcionária pública, historiadora, arte-educadora, atriz, escritora. Colabora no site Escritoras Suicidas e na Mallarmargens. Já publicou na Germina e Eutomia. Em 2013 venceu o concurso nacional de literatura do Paraná com o livro “Fábulas para adulto perder o sono” e publicou “O nome do mundo”, pela editora Armazém da Cultura. Em 2015 lançou “Só, com peixes”, pela Confraria do Vento. Em 2016 participou da Coleção Leve um Livro, com “Embrulhado para viagem”.