Pobres mortais

Adriane GarciaBy Adriane Garcia 2 anos agoNo Comments
Home  /  Adriane Garcia  /  Pobres mortais

 

31mai2013---pombo-voa-sobre-uma-poca-de-agua-perto-do-portao-de-brandenburgo-em-berlim-na-alemanha-1370015127392_956x500
Tudo era loucura
E miragem

A poltrona de luxo
O homem que
Se sentou
A guerra pela espuma
Que degenera

Depois da tempestade
Um pequeno dilúvio
Que nos arrasta
À morte
Abrandou a Terra

Formou poças
Vieram os pombos
Beber a água

Nem sabem se
Alguma sombra
Nos resta.

 

 

 

 

Category:
  Adriane Garcia
Adriane Garcia
Sobre

 Adriane Garcia

  (15 poemas no Verso Aberto)

Adriane Garcia é de Belo Horizonte/MG, funcionária pública, historiadora, arte-educadora, atriz, escritora. Colabora no site Escritoras Suicidas e na Mallarmargens. Já publicou na Germina e Eutomia. Em 2013 venceu o concurso nacional de literatura do Paraná com o livro “Fábulas para adulto perder o sono” e publicou “O nome do mundo”, pela editora Armazém da Cultura. Em 2015 lançou “Só, com peixes”, pela Confraria do Vento. Em 2016 participou da Coleção Leve um Livro, com “Embrulhado para viagem”.