expandindo e espalhando poesia

Verso AbertoBy Verso Aberto 2 anos agoNo Comments
Home  /  Ca Cau  /  expandindo e espalhando poesia

12898398_1733001096944179_4595613979663270293_o

 O poeta, cantor e artista plástico Ca Cau é o convidado do Verso Aberto. Ele é mineiro de        Viçosa e vê poesia em tudo, desde muito cedo. Gravou sete CD’s e dois DVD’s , inclusive com    gente de peso  como Dominguinhos, Alceu Valença e Flávio Venturini, além de ter participado  do Festival de Montreux, na Suíça. O último  disco é o “Inversos”, de onde foram tirados dois  dos poemas abaixo: “Olho a Olho” e “Sonhar”.  O outro poema é “Travessia”, que também dá  nome ao seu atelier em São Paulo, local  mergulhado em pinturas, esculturas, vídeos e  inúmeras experiências sensoriais, tudo  permeado pela poesia. O livro  “OMISTERIOOTEMPOEMPOESIAS”, que também foi uma exposição,  comprova esta  expansão  da palavra . Abaixo também há vídeos com as músicas e um poema declamado. Ca  Cau também empresta sua arte para o cabeçalho do Verso Aberto, o que agradecemos de  coração.

Olho a Olho

Quero ser livre da hora
Livre do agora
Do ontem, do amanhã

Quero ser livre no corpo
Livre no gosto
No toque, no pecado da maçã

Quero entrar na sua memória
Cantar nossa história
Sem medo da ilusão

Tento acertar o meu foco
Quando miro nos seus olhos
Os meus olhos dentro do seu coração

Olho a olho
Lado a lado
De tudo um pouco
Meu corpo dispara

Ferro e fogo
Fogo e água
Sou tudo, sou todo
Meu relógio para

Na pressa de acertar

Nem sei o quê
Sou livre pra ser só seu
Livre pra ser só

 

Travessia

Sou estrangeiro
Passageiro
Quero sol
Quero chuva
Beijando a lua
Toda nua
Toda sua

Pra te beijar
Sobre os caminhos
Que tocam o céu
Os ventos sopram
O destino é um fascínio
Lanço-me no nada
Para voltar ao todo
Ao gesto, ao toque, ao gozo
Na luz que provoca
Um sopro calado na boca
Com um sorriso
Alegre de um louco
Venho lá do alto das montanhas,
Querida
Saltei! Lá de cima,
Querida
De braços abertos quero um gole de sua doce taça,
Querida
Há !
Um sorriso no rosto
E uma lágrima no olho
Não sei para onde vou
Só sei que não vou voltar
VOU!

 

Sonhar

Sentir liberdade
No pensamento
De mãos abertas
Abraço o mar

Viver liberdade
Cabelo ao vento
Mirando o céu
Navego o ar

Cantar liberdade
Espaço a dentro
No tempo certo
De viajar

Contar a verdade
Com sentimento
Você por perto
O teu olhar

Sonhar
O mundo corre em voltas
A minha cabeça não para de girar
Sonhar
O mundo corre em voltas
Desejo de amar

 

 

Categories:
  Ca CauConvidado