Espera!

Juarez Gomes de SáBy Juarez 2 anos agoNo Comments
Home  /  Juarez Gomes  /  Espera!

1546184_943249629020938_1162854975195260778_n

 

Entre um e outro Verso

que encontro ou distribuo pelo Caminho,

não é que recebo e compartilho

o Pão Essencial e sinto o Sentir menos disperso?

 percebo que sempre ha um cantinho

onde o Encontro nos alforria do Exílio

De no outro não nos ver?

 

 

Tu que passas pelo Meu Verso,

Não Te iludas:

Não sou o tempo todo brisa e calmaria…

Muito pelo contrário.

Na maioria das vezes sou temporal, borrascas, uma iminência de abismo.

Por isso sou assim, em mim mesmo disperso.

Alimentando-me de singelezas e coisas rudas.

Bebendo o próprio suor como quem se sacia pelo previsível e também o extraordinário.

Sou uma campina onde se pode sentir a respiração da relva crescendo…

Mas igualmente sou um iminente cataclismo!

Por favor, entres, fiques à vontade.

Faças quantas perguntas quiseres, mas não esperes que eu as responda todas, talvez nenhuma.

Sou uma semente ainda sob a Flor da Terra,

portanto, ainda não de todo me percebi.

Sinto as quatro estações e suas breves eternidades.

Sinto com toda minha

 Vontade um desejo inarredável de germinar.

Mas, por gentileza, tenhas calma!

Eu também a estou buscando por entre as frestas de minha pressa em Viver.

E Meu Verso é porta voz de todos os meus Sentidos,

de todas as minhas Sensações,

de todas as minhas Incursões pelos Labirintos de Mim.

Se queres saber um pouco ou mais que um tanto,

de tudo quanto procuro em noites indormidas,

em dias quando caminho sob o escaldante deserto,

em tardes frescas onde permito-me não buscar nada,

em gestos transitando por ruas de bloquete, por onde se

infiltram as intenções, como água de chuva…

Espera!

Minha Casa está em obras.

É um tal de derrubar paredes, mudar objetos de lugar,

despejar entulhos,

vasculhar gavetas para simplesmente despedir-me do que não precisa ocupar espaço.

É um Tempo de Transcendência.

E com Tua Permissão, ou não,

Decidi Vivê-lo nos mínimos detalhes,

como um recém-nascido

abrindo os olhos para o Mundo

E a Visão para muito, muito além dele.

Mais uma vez, e por fim, não te iludas!

Não estou fugindo do Mundo.

Apenas ele não é tão essencial

quanto o (re)encontro com o Profundo

que aos poucos está despertando dentro de Mim!!!

 

 

 

Category:
  Juarez Gomes
Juarez Gomes de Sá
Sobre

 Juarez Gomes de Sá

  (37 poemas no Verso Aberto)

Juarez Gomes de Sá é jornalista e poeta de Caratinga, Minas Gerais. Ele tem uma vida dedicada às letras e às pessoas. Escreveu os livros “Orgasmo das Pedras”, “Tratado do Silêncio”, “Travessia: Entre a Brisa e o Mar Revolto”, “Álbum de Família” e ”O Amor em 3 Tempos”, escrito em parceria com Maxs Portes e Lysias Leitão.