Epifania

Marcos PizanoBy Marcos Pizano 3 anos agoNo Comments
Home  /  Marcos Pizano  /  Epifania

universo - nasa

Tu, cujo tempo eterna agora, cujo lugar sou eu,
onde todo verbo cabe e transborda, que tudo há e excluis a mim.

 

recito os versos que universas 
e sinto apenar-me neste ego intestino 
buraco negro cosmo oco 
desconexo sem eco 

desintegra-me esta tua palavra 
a visão que se me destina 
é flagelo diante de teu raio sideral 

tu 
cujo tempo eterna agora 
cujo lugar sou eu 
onde todo verbo cabe e transborda 
que tudo há 
e excluis a mim

de teu sonho celeste me despejas 
com o frio desbeijo 
da vida que só vai vai vai

 

 

 

Category:
  Marcos Pizano
Marcos Pizano

Marcos Pizano é jornalista e poeta de Timóteo, Minas Gerais. Parcipou do Movimento Poético de Governador Valadares, onde foi editor de Cultura do Diário do Rio Doce e ajudou a editar o folhetim “Varal”. Mora em Ribeirão Preto / SP, e é editor executivo da EPTV, emissora afiliada à Rede Globo. Edita o blog “Verso Aberto”.