CRISTALINO

Nathan SouzaBy Nathan Souza 4 meses agoNo Comments
Home  /  Nathan Souza  /  CRISTALINO

Ao buscar água

gelada

na madrugada,

deparo-me

com meu rosto

no espelho

da cozinha.

 

Um rosto gélido

– assim como

a água desejada –

fita-me

como quem

busca

sentido

no olhar

(ora dele, ora meu).

 

O eu de lá

– correspondente

canhoto

de meu lado

destro –

fala como quem

complementa

a minha fala

ou como quem

na minha fala

resvala.

 

Mas, ainda assim

tudo entre nós

é silêncio,

e tudo é

estranhamente

conhecido

 

entre a sede que se deu

e a que morreu.

 

 

 

 

.

Category:
  Nathan Souza
Nathan Souza

Nathan Souza é poeta piauiense e esteve entre finalistas ao Prêmio Jabuti de 2015, além de ter recebido vários prêmios e indicações. Já publicou seis livros: “O Percurso das Horas” (2012), “No Limiar do Absurdo” (2013), “Sobre a Transcendência do Silêncio” (2014), “Um Esboço de Nudez” (2014), “Mosteiros” (2015), “Nenhum Aceno Será Esquecido” (2015) e “Dois Olhos Sobre a Louça Branca” (2016).