CANTIGA

Bispo FilhoBy Bispo 1 ano agoNo Comments
Home  /  Bispo Filho  /  CANTIGA
IMG-20151126-WA0033

mensagem jpg

 

A arte de arrematar fagulhas é meu objeto de estudo 

porque o poente lúcido, apesar do escuro, ainda canta. 

Pesquiso então os dias de chuva, 

o cinza estendido, o movimento insólito do bólido, 

e o que encontro é só esperança. 

 

Estico a mão além do limite 

porque por mais que eu tire 

há sempre algo a alcançar. 

Calibro, então, o grau proibido 

e contrato galos arrombando manhãs. 

Em cada caixa há desistências vãs 

pois que  cada dia e seu segredo devem ser objeto de desejo. 

 

Eu canto porque o incrível está escondido no intangível 

assim como joio no trigo ou o ouro no cascalho. 

Investir no extraordinário sob qualquer risco 

é minha obrigação mesmo que num mar de ilusão 

esteja náufraga a receita salvadora, 

a miragem redentora, que abraçará meu coração. 

 

 

 

 

Category:
  Bispo Filho
Bispo Filho

Bispo Filho é poeta de Governador Valadares, Minas Gerais, onde fez parte do Movimento Poético e ajudou a editar o folhetim “Varal” e o jornal “Poetarte”. Escreveu os livros “Colosso Ciclone” e “Meninos de São Raimundo”, com Roberto Lima. É professor, músico e artista plástico. Edita o blog “Fumegação”.