A SOLIDÃO DOS CÃES

Fernando CamposBy Fernando Campos 2 semanas agoNo Comments
Home  /  Fernando Campos  /  A SOLIDÃO DOS CÃES

 

 

A solidão dos cães é sem

preceitos. Não vem de águas

ou por melismas.

A solidão dos cães decresce com

a lua. A solidão dos cães se acrescenta à lua.

A solidão dos cães vai direto ao

ponto, a solidão. A solidão dos cães dispensa

qualquer volta, qualquer curva, preitos.

Quando pensamos que não,

lá estão eles, seus olhos turvos.

Mantêm certa distância, por receio.

A solidão dos cães se confunde com

nossos próprios dias. Nem severa

nem cúmplice. A solidão dos cães.

 

 

 

Category:
  Fernando Campos
Fernando Campos
Sobre

 Fernando Campos

  (16 poemas no Verso Aberto)

Fernando Campos é poeta mineiro de Bom Jesus do Galho e reside na vizinha cidade de Caratinga, desde 1984. É formado em Letras pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Caratinga – FAFIC, onde também fez seu curso de pós-graduação em Língua Portuguesa. É casado, pai de dois filhos, e leciona na rede pública estadual, tendo trabalhado também em várias instituições de ensino particulares. É autor do livro “Insolvência – fragmentos de amor e morte e um esboço de despedida” (2015, Ed. Caratinga), entre outras obras ainda inéditas.